Mediação Escolar como Campo de Intervenção

Mediação Escolar como Campo de Intervenção

Em Estoque
Atualmente as escolas enfrentam a necessidade de criar novas formas de "ser e fazer a escola". Diante desses desafios, a mediação tem muito a contribuir, sendo utilizada por muitas escolas para a resolução e prevenção de conflitos entre alunos, professores e administradores.

Mediação Escolar como Campo de Intervenção: bases psicopedagógicas e estratégias metodológicas para potencializar a prática do mediador

 

APRESENTAÇÃO:

A Mediação Escolar tem sido uma metodologia utilizada por muitas escolas para a resolução e prevenção de conflitos entre alunos, professores e administradores. O avanço dos conflitos no âmbito escolar tem sido crescente e faz com que, cada vez mais, eles sejam judicializados, sem o devido tratamento. A Escola Superior da Magistratura da Ajuris, preocupada com tal problemática, lança o seu primeiro curso de Mediação Escolar. Para tal, conta com uma especialista no tema que desenvolve um trabalho de excelência na província de Buenos Aires, ministrando cursos e prestando assessoria a vários diretores, professores e mediadores de escolares da Argentina e Brasil.

 

JUSTIFICATIVA:

Atualmente as escolas enfrentam a necessidade de criar novas formas de "ser e fazer a escola". Diante desses desafios, a mediação tem muito a contribuir. Para isso, é necessário configurar o campo da Mediação Escolar como um campo de intervenção que requer conhecimentos, metodologias e estratégias particulares, bem como mediadores com competências específicas para desempenhar suas funções. A mediação escolar compartilha muitos aspectos com a mediação comunitária e organizacional, pois a escola é uma instituição comunitária e criadora de comunidade e, ao mesmo tempo, uma organização de ensino e aprendizagem. Mas, obviamente, também possui características, conhecimentos, especificidades e modos adequados à sua práxis. O mediador escolar deve ter embasamento  teórico que lhe permita entender a instituição escolar com sua própria complexidade e multiplicidade de forças e problemas que a atravessam. Também deve nutrir-se de outras metodologias que enriquecem sua práxis, como facilitação de diálogos, coaching, círculos restaurativos, dispositivos relacionados à coordenação grupal e aprendizagem organizacional.

Este curso tem como objetivo apresentar a especificidade do campo de Mediação Escolar, compartilhar bases pedagógicas que apoiem a prática e apresentem diretrizes metodológicas e estratégias para intervenções dos conflitos escolares.

 

PÚBLICO-ALVO:

Mediadores, professores, pedagogos, psicólogos, assistentes sociais, especialistas infantis e demais profissionais interessados no tema.

 

MODALIDADE: 

Presencial na sede da Escola Superior da Magistratura.

Local: Rua Celeste Gobbato, 229. Bairro Praia de Belas. Porto Alegre/RS

 

OBJETIVOS:

  • Compreender as especificidades do campo da mediação escolar;
  • Criar um olhar da escola a partir da sua perpectiva e complexidade;
  • Conhecer os diferentes motivos para introdução da  mediação nas escolas; 
  • Reconhecer diferentes estratégias de intervenção nos conflitos escolares;
  • Indagar sobre o processo de configuração do papel do mediador da escola
  • Adquirir ferramentas e habilidades para coordenar programas e realizar intervenções.

 

CARGA-HORÁRIA:

16 H/A 

 

CORPO DOCENTE:

Coordenação

Izabel Cristina Peres Fagundes

 

Professora

Gabriela Jablkowski (Buenos Aires)

Mestre em Mediação, IUKB, Suíça. Licenciado em Ciências da Educação pela Universidade de Buenos Aires -UBA. Especialista em Constructivismo em Educação, FLACSO. Mediadora. Membro da equipe de mediação escolar do Ministério da Educação do Governo da Cidade Autônoma de Buenos Aires. Dirige o corso de especialização em "Competências para a Liderança" UTN-APEP. Realiza workshops de treinamento e facilita processos em diferentes empresas e organizações. Co-autora do livro “Configurando escenas colaborativas en la escuela: aportes y experiencias de Mediación y Diálogos Facilitados” Editorial 12ntes. Tem publicado: “Una capacitación integradora” El Cronista, “Debate sobre los nuevos desafíos de la comunicación empresaria” Bae, “Más background cultural para los ejecutivos” El Cronista. “Capacitación cultural para ejecutivos” Clarín, “El arte y la historia también son temas de capacitación gerencial” El Cronista, “Para negocios, la cultura” Revista Fortuna, “Responsabilidad Social Empresaria y Cultura: Una alianza sensible e indispensable” Revista Futuro Sustentable.

 

PERÍODO:

O Curso será desenvolvido nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro de 2017.

 

HORÁRIO:

Manhã: das 9h às 12h30min.

Tarde: das 13h30min às 17h30min.

 

METODOLOGIA:

O curso será desenvolvido com dispositivos e dinâmicas do campo escolar para que os participantes tenham oportunidades de experimentar diferentes situações e estratégias de intervenção. Apresentação de casos e testemunhos de escolas que incorporaram a mediação para tratar seus conflitos.

 

CONTEÚDO:

  • A escola e seus conflitos atuais escolares. 
  • Considerações gerais sobre a convivência na escola atual. 
  • Relações intersubjetivas, aprendizagem e desenvolvimento de habilidades sociais.
  • A escola e sua relação com conflitos. 
  • O posicionamento dos atores em frente ao conflito. 
  • Conflito e aprendizagem.
  • O papel do Mediador Escolar. 
  • Contribuições e funções do Mediador.
  • Metodologia e ferramentas para intervir. 
  • Alcances e projeções da Mediação Escolar. 
  • Programas e modelos diferentes de Mediação Escolar.
  • Etapas da implementação de programas de Mediação Escolar: conscientização, treinamento, implementação, treinamento, avaliação e acompanhamento.
  • Mediação de pares. Treinamento de estudantes mediadores, organização de centros de mediação escolar. Coordenação e acompanhamento.

 

CERTIFICADO:

Será fornecido certificado de frequência pela Escola Superior da Magistratura AJURIS aos alunos que obtiverem setenta e cinco por cento (75%) de frequência.

 

INVESTIMENTO:

10 parcelas de R$ 85,70 no cartão de crédito online via PayPal ou presencialmente* na secretaria da Escola.

À vista com desconto: R$ 720,00 - no boleto bancário

 

Descontos:

15% para Associados da Ajuris.

10% para alunos e ex-alunos do AprovAjuris e Servidores do TJRS, não sendo esses descontos acumuláveis.

 

*O pagamento parcelado com cartão de crédito na sede da Escola deverá ser feito em até 48h após a inscrição no site.

*A inscrição realizada por meio de boleto bancário só será confirmada após o seu pagamento.

*A Escola reserva-se o direito de não formar turmas caso não haja número mínimo de alunos, a critério da Direção.

 

VAGAS LIMITADAS A 32 PARTICIPANTES

 

Em caso de dúvidas, os interessados poderão enviar e-mail para cursos@ajuris.org.br ou entrar em contato com a ESM pelo telefone (51) 3284.9000.

 

Realização:

Escola Superior da Magistratura da AJURIS

 

Assessoria:

E-FAQ | Escola de Formação, Aperfeiçoamento e Qualificação.