Introdução à Nova Jurisdição de Família

A Escola Superior da Magistratura (ESM) está com inscrições abertas para a primeira edição do curso Introdução à Nova Jurisdição de Família. 

 O objetivo geral da atividade é esclarer o aluno sobre o conceito de mediação familiar, quem são os mediadores, quais situações em que a mediação é adequada ou não. O curso não tem o objetivo de formar mediadores de família.

O curso é coordenado pelo magistrado Roberto Lorea Arriada e conta com um corpo docente qualificado.

CORPO DOCENTE:

Roberto Arriada Lorea

juiz LoreaCoordenador do Grupo de Trabalho em Mediação Familiar (GTMF), do Núcleo de   Estudos de Mediação   (NEM), da Escola Superior da Magistratura. Autor do projeto   que criou a primeira Central de Mediação   Judicial no RS (2009) e coautor do projeto   da Central Judicial de Mediação Familiar do Foro do Partenon   (2013), em Porto  Alegre. Em 2014 recebeu menção honrosa do TJRS pelo trabalho em prol dos métodos   consensuais de solução de conflitos. Professor da Pós-Graduação em Direito de Família na Fundação Escola Superior do Ministério Público (FMP). Formador da Enfam (Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados). Doutor em Antropologia Social (UFRGS). Juiz de Direito do TJRS desde 1991.

 

 

 

Érika Fabíola Silva Gomes

IMG 6146Advogada formada pela Universidade Federal do Pará - UFPA. Especialista em Direito Público pela Escola da   Magistratura Federal – ESMAFE/IMED. Cursou pós-graduação "Lato Sensu" em Direito das Famílias, Sucessões   e Mediação, no total de 360 horas, na Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul – FADERGS.   Cursou Oficina de Mediação Escolar, ministrada por Gabriela Irina Jablkowski; cursou Extensão em Mediação   Familiar, ministrada por Juan Carlos Vezzulla, junto à Escola Superior de Advocacia do Rio de Janeiro- ESA/RJ;   possui formação em Mediação Judicial Familiar pelo TJRS (fev/2017), conforme Resolução CNJ no 125/10;   certificação em Mediação Familiar pelo IMAP- Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal, curso   ministrado por Juan Carlos Vezzulla. Atualmente exerce advocacia na área do direito cível e direito das famílias, realizou mediações judiciais junto aos CEJUSCs (2014-2017) de Porto Alegre/RS e realiza mediações privadas em Porto Alegre/RS (fev/2017), serviço oferecido junto à Domus Centro de Terapia de Casal e Família. É Supervisora e Instrutora de mediação da UFRGS na Defensoria Pública do Rio Grande do Sul (DPE/RS), desde ago/2017.

 

 

  

Olívia Teixeira

OLIVIA TEIXEIRAMediadora Familiar certificada pelo IMAP/AJURIS - Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal e Escola  Superior de Magistratura - 2018; formação em Mediação Cível (2014), Familiar (2014), Instrutora para formação de Mediadores (2015) Escolar (2016) e  pela UNIRITTER LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES/TJRS - Mediadora Volutária nos CEJUSCS do Foro Central e Foro do Partenon 2014/2018 - Presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia - Seção Rio Grande do Sul - Gestão 2017/2019 - Pós-Graduada em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada conceição/ FAFIMC (2000); Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Escuela Psicopedagógica de Buenos Aires/ EPSIBA/Argentina (1995); Psicopedagoga Institucional do NAD – Núcleo de Apoio ao Discente e NAP - Núcleo de Apoio Pedagógico Docente - UNIRITTER - LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES- UNIRITTER (2013/2016) – Bacharel em Letras – Língua Portuguesa e Literatura Brasileira pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul/ PUCRS (1982).

 

 

 

  Saiba mais sobre o curso clicand no link abaixo:

 Introdução à nova jurisdição de Família

                       

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

25/06/2019

Discriminação nas Américas em evento internacional

A discriminação nas Américas, as experiências norte-americanas e o trabalho da Comissão Interamericana dos Direitos Humanos foram os temas em debate em um evento internacional que ocorreu na Escola da Magistratura, na tarde última sexta-feira (21/6).  Um auditório lotado e atento ouviu os relatos de dois palestrantes: a professora Rosa Celorio, da Comissão de Direitos Humanos ligada à Organização dos Estados

17/06/2019

Seminário analisa a aplicação da Justiça Restaurativa no país

Um intercâmbio de experiências e ideias a respeito da Justiça Restaurativa e o reflexo da sua aplicação no Brasil e em outras partes do mundo é o objetivo do 1° Seminário Justiça Restaurativa (JR), programado para essa segunda-feira (17/6) e terça-feira, no auditório do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília. A proposta do encontro é integrar a atuação dos

17/06/2019

Escola da Magistratura busca parceria com centros de inovação

Uma visita de cortesia na tarde da última quinta-feira (13/6) marcou o início de uma aproximação entre a Escola da Magistratura e o Parque Científico e Tecnológico da PUCRS, conhecido como Tecnopuc e que fica no campus central da instituição, na Avenida Ipiranga. O diretor da Escola, desembargador Jayme Weingartner Neto, e dois integrantes do Núcleo de Inovação e Administração

13/06/2019

Palestra com juiz do principal tribunal de Portugal

O juiz do Tribunal Constitucional de Portugal Pedro Manuel Pena Chancerelle de Machete ministrou palestra na noite de 11 de junho na Escola da AJURIS. O tribunal é a principal corte da Justiça portuguesa. Professor da Faculdade de Direito da Universidade Católica de Lisboa, Machete falou sobre a proteção aos direitos fundamentais em seus diferentes níveis. Na sequência da palestra, houve

11/06/2019

Escola da AJURIS colabora com provimento inédito sobre registro de bebês sem sexo definido

A Escola da AJURIS, por meio dos Núcleos de Estudos de Saúde e Bioética e de Direito de Família, foi uma das colaboradoras do estudo que resultou na mudança das regras de registros de nascimento, e que representa um importante avanço na garantia de direitos aos bebês com Anomalia de Diferenciação Sexual (ADS). As alterações, publicadas na última semana pela

06/06/2019

CAM de Vitaliciamento faz visita à Fundação Iberê

A Escola da Magistratura promove desde a quarta-feira (5/6) o Curso de Atualização para Magistrados (CAM) - Vitaliciamento para os magistrados gaúchos que estão em início da carreira. Durante os três dias do evento, os juízes vão participar de palestras e atividades sobre qualidade de vida e mídias sociais e vão estudar e analisar o julgamento de processos que já